Mentira da estética

1º de abril, dia da mentira. Aproveitamos para unir 4 das maiores mentiras contadas no mundo da estética e explicar porque elas não fazem sentido.

Vem com a gente:

#1. Não se pode fazer epilação em fototipos altos

Mentira.. Claro que pode!!

Muitas pessoas acreditam que não se pode fazer epilação em fototipos altos porque, realmente, é um tratamento mais difícil, com mais riscos e que exige mais do profissional. Mas é possível não só epilar fototipos mais altos como fazer isto de forma segura e eficaz.

Para entender as dificuldades em fazer a epilação (tanto em laser, quando com luz intensa pulsada), temos que entender a influência da melanina no procedimento:

Para fazer a fotodepilação é necessário aplicar uma grande quantidade de energia, com um comprimento de onda alto que tenha a melanina como cromóforo alvo e com um tempo de resfriamento não muito grande. Tudo isso com a finalidade de atingir a melanina presente na base do folículo piloso – a fim de queimá-la.

Quando a pele tem muita presença de melanina, ela captura a energia ao máximo e mantém o máximo que consegue na superfície. Dessa forma, nem a energia consigue chegar ao folículo piloso em grande quantidade, nem a pele é capaz de suportar sem queimar e/ou hiperpigmentar.

Sendo assim, para tratar fototipos mais altos é preciso usar energias mais baixas, comprimentos de ondas maiores e um tempo de relaxamento térmico também maior.

Fototipos de pele

#2. Depois de um procedimento estético, a gordura sai na urina

Nããão! A menos que se tenha um problema grave de saúde – como uma falência na função renal.

De qualquer forma, esta crença tem a ver com o processo de lipólise (a quebra da gordura em glicerol e ácidos graxos livres). Ela é ativada sempre que há a necessidade do organismo buscar mais energia. E isso, como sabemos, ocorre tanto em alguns procedimentos estéticos, como na prática de exercícios ou de jejum intermitente.

Vamos analisar rapidamente a lipólise: após sua ativação – o que sai da célula já não é o que chamamos de gordura, em si. Ela antes foi quebrada e dividida em ácido graxos livres e glicerol. Portanto, são estes elementos que são dispostos na corrente sanguínea para que o organismo possa usar como energia.

Quando esta energia não é consumida, alguns órgãos (como os rins e o intestino) reabsorvem estes nutrientes. Então, o que sai na urina é ÁGUA!

#3. Pode reutilizar cartuchos da caneta de microagulhamento

Mentira!!

Estes são cartuchos descartáveis e não podem, de maneira nenhuma, ser reutilizados. Nem se for na mesma paciente.

O microagulhamento (tanto a caneta, quanto o roller) é uma tecnologia minimamente invasiva. Nela, as microagulhas são penetradas na pele para criar as pequenas feridas que irão atuar no reparo do tecido.

Então, mesmo que você esterilize as agulhas, não é seguro (nem permitido) reutilizá-la.

#4. É preciso de muito dinheiro para abrir uma clínica de estética

Aparelhos de estética valor

Não precisa, não.

O principal para abrir uma clínica é o conhecimento. Se você tem uma boa prática clínica, estudou bem as tecnologias que quer trabalhar e está empenhada em seguir estudando mais e mais, já é um excelente começo!

Mas, falando em equipamentos: você não precisa começar dos mais caros. Tem várias tecnologias que apresentam resultados excelentes nos tratamentos de estética e que tem opções de equipamentos que cabem no bolso de quem está começando.

A RentalMed mesmo tem um projeto chamado “Monte sua Clínica” – com equipamentos básicos para toda a clínica de estética e que, juntos, somam parcelas menores que R$500.

Então: não, não é preciso ter muito dinheiro para montar uma clínica. O conhecimento e a parceria com pessoas e empresas empenhadas em te ajudar neste começo já irão te garantir um excelente resultado.

E você, já caiu em um mentira da estética? Então conta para a gente outros mitos que você já ouviu por aí.

Se gostou deste conteúdo, aqui tem um “Mitos e Verdades” especial sobre celulite inflamatória. Confira também!

Facebook Comments