Mitos e verdades sobre a celulite

Apesar de ser um problema estético muito comum, existem muitas incertezas quando o assunto é a celulite. Pensando nisso, o Papo de Estética pediu para as seguidoras da RentalMed lá no Instagram mandarem “mitos e verdades sobre celulite” (para esclarecermos tudo)!

O professor Ildo Teixeira respondeu por lá – e agora, vamos explicar tudinho (de uma forma um pouco mais completa) por aqui também.

Vem com a gente?

#1 Celulite é gordura?

MITO.

As pessoas confundem um pouco porque a celulite começa na célula adiposa – mas não podemos dizer simplesmente que ela é gordura. Se fosse assim, pessoas magras não teriam celulite, e não é isso que vemos.

O que acontece na celulite é que: a célula adiposa recebe mais triglicerídeos do que o necessário e aí incha. Com isso, ela acaba por comprimir os vasos sanguíneos e os tecidos. Em consequência, um processo inflamatório é gerado no local (e pode vir a gerar fibrose com o tempo) – você tem a retração da derme e começa a gerar o aspecto visual.

Repare que a celulite não é nem só o furinho: ela envolve a gordura, os hormônios, uma retenção de líquidos, uma falta de pressão dentro do tecido para liberar o excesso de toxinas, etc.

Então ela tem relação com a gordura, mas não podemos dizer que é só gordura.

#2 Alimentação influencia na celulite?

VERDADE.

O consumo excessivo de carboidrato, por exemplo, é um dos fatores que podem influenciar. Se você come mais do que a demanda do seu corpo, vai acabar aumentando a reserva da célula adiposa (fazendo-a crescer) – além de gerar uma intoxicação do sistema circulatório.

Além disso, existem alimentos considerados inflamatórios (como as carnes vermelhas, o leite e os alimentos ricos em glúten). Uma dieta rica em alimentos como estes também pode ajudar no aparecimento de celulite – principalmente se associada a pouca movimentação (que afetará na circulação e no gasto de energia).

Isso tudo sem falar na água. Um consumo adequado pode combater a celulite – pois ajuda no quadro de retenção de líquidos.

#3 Roupas apertadas e salto alto causam celulite?

MAIS OU MENOS.

É um mito porque não se pode dizer que elas são a causa da celulite. Mas seu uso frequente agrava o caso, sim.

Mitos e verdades sobre a celulite: salto alto

O uso de roupas muito apertadas comprime os tecidos e vasos sanguíneos, gerando um problema na circulação. Isso pode ocasionar um agravamento na celulite – potencializando, inclusive, o aparecimento de fibrose.

Com o salto alto acontece algo semelhante: seu uso inutiliza a movimentação da panturrilha – que é um dos auxiliadores do retorno venoso contra a gravidade.

Quando você caminha, sua panturrilha tem um movimento de contração e descontração – que comprime os vasos sanguíneos e altera a pressão dos tecidos nos membros inferiores. Desse modo, com o salto alto, você perde esse bombeio através da panturrilha – e, consequentemente, a pressão sanguínea adequada nos tecidos.

#4 Só mulheres têm celulite?

MITO.

Homens também podem ter celulite, mas é mais difícil.

A razão está na diferença hormonal e de distribuição de fibras nos tecidos entre ambos os sexos: as mulheres produzem estrogênio e a progesterona (que é vasodilatadora) e este é um dos principais fatores conhecidos pelo aparecimento de celulite.

Mesmo assim, não se pode dizer que só a mulher tem: uma parcela bem baixa da população masculina (cerca de 5% da população) também apresenta.

Já em relação às mulheres, este número gira em torno de 95%.

#5 Todos os tipos de celulite podem ser tratados da mesma forma?

MITO.

O que se pode é usar a mesma tecnologia e o mesmo aparelho para todas – mas os parâmetros serão diferentes e específicos para cada tipo.

Usar os parâmetros de um tipo no outro pode, inclusive, gerar uma piora no quadro.

Por isso, é preciso fazer uma boa avaliação – de forma a aplicar a melhor dinâmica possível para cada situação.

Por exemplo: na tratar uma celulite inflamatória com 3W/cm² no modo contínuo irá gerar uma piora neste quadro. Já estes parâmetros aplicados em uma celulite flácida, gerarão bons resultados.

Mitos e verdades sobre a celulite: tratamentos

#6 O ultrassom é uma das melhores formas de tratar celulite?

VERDADE.

O US é uma tecnologia múltipla e pode ser usado para tratar todos os tipos de celulite (flácida, fibrótica, inflamatória ou edematosa). Para isso, basta que se respeite os parâmetros adequados para cada uma delas.

#7 O tratamento da celulite pode gerar flacidez?

MITO.

 O que pode ocorrer é você notar, ao final do tratamento, uma pele um pouco mais flácida – mas é uma alteração que tende a ser muito pequena. Neste caso, o próprio tecido acompanhará a diminuição da malha subcutânea, minimizando a apresentação da flacidez logo em seguida.

Como, ao tratar a celulite, você libera os líquidos que o tecido reteve e tem uma consequente redução deste tecido é comum haver esta diferença. Mas, a menos que seja um tecido muito mórbido de adiposidade – onde se tenha uma grande redução – não se pode dizer que o tratamento da celulite gerará um quadro de flacidez.

#8 A celulite é multifatorial?

VERDADE.

Na maioria das vezes ela envolve muitos fatores – ou, até mesmo, cofatores.

Pode-se dizer que um dos principais é o fator hormonal (como dissemos no item #4). Mas, além desse, o uso frequente de roupas muito apertadas e de salto alto podem interferir também (conforme explicado no item #3).

Outros fatores que também podem ser elencados no agravamento ou na cauda da celulite são: trabalhar sentada por longos períodos, má alimentação e sedentarismo.

Eaí, gostou de saber mais em relação aos “mitos e verdades sobre a celulite”? Então deixa para a gente aqui nos comentários outros temas para esclarecermos! Ah, e aproveita para deixar também se tem alguma dúvida sobre o tema…

Aqui tem mais conteúdos como este, que podem te interessar! E lá nas nossas redes sociais você fica sabendo de tudo o que acontece por aqui. Não deixa de seguir a gente. 🙂

Facebook Comments