Protocolo de peeling despigmentante

O peeling é um dos procedimentos mais procurados quando o assunto é skincare. Isso porque é um protocolo versátil, que não precisa de aparelhos para ser feito e que tem inúmeros benefícios. Melasma, manchas de sol, rugas finas e linhas de expressão são exemplos de problemas estéticos que podem ser melhorados com o procedimento.

Você já trabalha com o peeling na sua clínica? Quer um protocolo exclusivo – que vai te ajudar a se destacar no mercado pela eficácia e qualidade de resultados?

Então vem com a gente que vamos te contar (e mostrar) tudo na prática!

Protocolo de Peeling Despigmentante Ecco’s

Antes de tudo, vamos falar um pouquinho sobre os benefícios do Peeling Despigmentante. Ele serve para:

  • Revitalizar e melhorar a pele;
  • Descamar a camada córnea da pele para gerar a renovação dos tecidos;
  • Melhorar a absorção dos produtos homecare (por causa da descamação);
  • Estimular a membrana plasmática das células: gerando mais circulação, aceleração no metabolismo celular e – consequentemente – aumentando a produção de colágeno;
  • Remover ou aliviar manchas cutâneas; e
  • Melhorar a hidratação da pele.

Quem pode fazer o Peeling Despigmentante?

O peeling despigmentante tem apenas duas contraindicações: pessoas alérgicas a algum componente das fórmulas ou que foram diagnosticadas com câncer.

Peeling Despigmentante

Dessa forma, é um procedimento bastante abrangente – que pode ser aplicado em todos os tipos de pele (seca, mista, oleosa e normal) e em várias áreas do corpo (apesar de ter indicação principal para o procedimento facial).

É indicado para pessoas que possuem:

  • Melasma;
  • Manchas de sol;
  • Manchas de acne;
  • Rugas finas;
  • Linhas de expressões; ou
  • Que precisem preparar a pele para procedimentos estéticos (como, por exemplo, o microagulhamento, o laser e a luz pulsada).

Mas cuidado! Este procedimento requer que sua cliente evite a exposição solar por – no mínimo – uma semana.

Então nada de sair da clínica e ir para a praia porque isto pode acabar piorando ainda mais as manchas que ela possuía.

Protocolo de peeling despigmentante: Passo-a-passo

Passo #1: Assepsia

A primeira coisa a ser feita é a higienização desta pele. Por isso, borrife o Higi Skin da Ecco’s por toda a área tratada.

Não é necessário enxaguar.

Passo #2: Limpeza

Ainda com o intuito de limpar a pele, aplique o Nano Retinol Soap e massageie a região com movimentos circulares. Deixe agir de 3 a 5 minutos e então enxágue.

Este sabonete líquido é potencializado com ácidos e possui PH3,5. Por isso, ele é perfeito para uma aceleração na ação queratolítica e para a preparação da pele para o peeling.

Protocolo de peeling despigmentante

Passo #3: Água thermal

Este é um produto que será aplicado em duas fases do protocolo – com objetivos diferentes.

Neste momento, você deve borrifar a Água Thermal sob a pele para prepará-la para o peeling: já que tem ação calmante, tonificadora e de reestabelecimento do ph fisiológico.

Passo #4: Desengordurar

Aplique o Nano Retinol Lotion na pele – deixando agir por 10 minutos. Não remova antes de partir para o próximo passo.

Esta é uma parte fundamental que vai agir para desengordurar a pele (ainda com ação de limpeza), mas também potencializar a ação antioleosidade e iniciar o clareamento da pele (já que possui ácidos em sua fórmula).

Passo #5: Peeling Despigmentante

Esse é o momento de, efetivamente, fazer o peeling na pele. Para isso, aplique o Glicolic Pro – uma vez que ele tem a concentração pura do ácido glicólico (para auxiliar na formação de colágeno e promover o afinamento do extrato córneo da pele, facilitando a absorção das substâncias de outros produtos).

Após esta aplicação, se sua cliente tiver manchas sob a pele, aplique também o Mandelic Pro – entretanto apenas nas regiões onde as manchas se encontram.

Deixe agir por 10 minutos e remova os produtos.

❗️Atenção: O ácido glicólico deve ser utilizado com cuidado em peles de fototipo 5 e 6. Se este for o caso da sua cliente, opte por fazer o peeling apenas com o Ácido Mandélico em todo o rosto – pois isto evitará uma hiperpigmentação da pele.

Peeling Despigmentante

Passo #6: Sérum inibidor

Depois que remover o peeling, aplique o Nano Retinol Impact sob as manchas. Deixe agir por mais 10 minutos e remova-o.

Este produto inibe melasmas e hipercromias. Além disso, possui ação anti-acne, anti-aging e anti-oxidante, de renovação celular e de desobstrução dos poros.

Passo #7: Calmante

Como o peeling é uma ação que degrada a pele (para a renovação), é importante que se apliquem produtos para ajudar a acalmar, remineralizar e tonificar o tecido.

Por isso, borrife a Água Thermal mais uma vez na pele – sem removê-la.

Passo #8: Hidratação

Um dos últimos passos é a aplicação do sérum Nano Vita C – porque ele possui uma ação hidratante, antioxidante e anti-aging no tecido. Isso proporcionará maciez à pele, além de renovar o tônus.

Passo #9: Proteção

Por fim, aplique o Eco Milk Sun: um protetor solar de FPS45 para proteger a pele.

Como ele tem o toque seco, sua cliente não precisa se preocupar em sair da clínica com o rosto grudando ou com aspecto de oleosidade. Pelo contrário: o Eco Milk Sun vai deixar um aspecto aveludado na pele.

Veja o vídeo de aplicação com o professor lldo Teixeira!

A quantidade de aplicações vai depender da pele da sua cliente e quais problemas ela precisa tratar. Contudo, as recomendações variam:

Em tempo entre as sessões: se for uma pele mais resistente e que precise de maiores cuidados, pode-se aplicar o peeling sequencial – durante três dias seguidos. Mas, se for uma pele mais sensível ou com menos problemas estéticos, pode-se fazer uma vez por semana, a cada 15 dias ou a cada 28 dias.

Em sessões: Por volta de 6 sessões – de acordo com as necessidades do cliente e o seu tipo de pele.

Gostou do conteúdo? Aqui tem outros artigos como este que podem te interessar. Ah! E não deixe de seguir também as nossas redes sociais, porque é por lá que avisamos de todas as novidades que aparecem por aqui!

Facebook Comments